Entrevista: João Paulo Bragato falando sobre seus robôs.

06/01/2016

Como não se apaixonar por essas ilustrações robóticas tão quentes e cheias de sentimentos?
Através da pintura digital, Bragato cria robôs que parecem ter sentimentos humanos e interagem em cenários incrivelmente mágicos, repletos de encanto e sonhos.
Conheça um pouco mais sobre o artista e suas inspirações numa entrevista que ele fez aqui para o Blog.



Quem é Bragato?

Olá, meu nome é João Paulo Bragato tenho 18 anos e atualmente moro em Pranavaí-PR.
Comecei a desenhar desde muito cedo, se não me engano desde os 5 anos, quando assistia bastante desenhos pela tv, adorava rabiscar o tempo todo, heróis, personagens, isso foi o começo.

Quem foi, ou quais são suas grandes inspirações?

Acho que todo artista tem muitas inspirações, existem muitas coisas que me inspiram e me fazem continuar desenhando, além de querer trabalhar com isso a vida toda, acho importante ter um sonho e um objetivo a mais além disso, eu quero inspirar as pessoas com minhas artes, passar mensagens bonitas sobre a natureza e a vida.. minhas grandes inspirações estão presentes em empresas como Disney Pixar, Dream Works, além dessas existem alguns artistas que vale muito a pena eu citar, André Forni, Pascal Campion, Goro Fujita, Nathan Fowkes, Mathias Adolfson, Mike Azevedo, Sergey Kolesov, entre muitos outros!


De onde veio a ideia de fazer esses robôs? O que eles representam pra você?
Essa ideia dos robôs veio desde quando decidi que iria começar a me dedicar mais a ilustração, comecei em 2013 a desenhar mais em papel, passei o ano todo praticando desenho tradicional, em 2014 também, só no começo do ano que comecei a pegar interesse em pintura digital, e essa ideia dos robôs veio muito forte quando comecei meu projeto pessoal de 365 ilustrações, no começo de 2015, já que é um tema que sempre desenhava resolvi dar vida a eles com pintura digital, pra mim robôs encantam qualquer um, acho que o que mais gosto é fazer uma relação entre tecnologia e natureza, tratar esses personagens como inocentes, como crianças.. estão sempre a procura do desconhecido e descobrindo coisas novas!
Tem uma citação muito boa que a EURAC fez sobre minha arte: ''a natureza artificial de Bragato é sentimental, esperançosa e contemplativa. Seus robôs são dotados de expressões que denotam vida e uma profunda consciência frente às situações que encontra. O mais curioso é que, mesmo sem conhecermos pessoalmente Bragato, podemos claramente enxergá-lo através de suas ilustrações marcadas por uma característica própria: isso talvez seja o que muitos chamariam de estilo. Mas no nosso caso é visão mesmo, porque conseguimos enxergar, de uma maneira transparente, a proximidade deste artista com o produto de seu fazer artístico: imaginamos que, ultimamente, Bragato venha experimentando o mundo com os olhos de seus personagens robôs - e vice-versa.''


 
 


Obrigada, Bragato, pelo carinho! ♥

É quase impossível escolher um robô preferido, não  é mesmo? Mas faz um esforço e me diz aí nos comentários qual o seu robô do coração? Deixo aqui pra você as redes sociais do Bragato para quem quiser conhecer mais desse trabalho incrível. Facebook  -  Artstation  -  behance  -  Instagram.
Tecnologia do Blogger.